VEM FAZER HISTÓRIA!!! SEJAM BEM VINDOS!!!.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

SÍNTESE: A EXPANSÃO DOS ESTADOS UNIDOS E A GUERRA CIVIL AMERICANA


ESTADOS UNIDOS: A CONQUISTA DO OESTE

A MARCHA PARA OESTE – De 1780 a 1850, a população dos Estados Unidos cresceu consideravelmente: passou de 5 para 23 milhões de pessoas. Esse crescimento foi causado pela chegada de novos imigrantes europeus vindos, sobretudo, da Inglaterra e da Irlanda.
As treze colônias originais se tornaram estados, novos territórios foram incorporados, e a área ocupada pelos Estados Unidos cresceu onze vezes, passando de 835 mil km² para 9,3 milhões de km².
• A Louisiana e a Flórida foram compradas da França e da Espanha em 1803 e 1819, respectivamente.
• O Oregon foi cedido pela Grã-Bretanha em 1845.
• O Texas, que pertencia ao México, foi anexado em 1845.
• Os atuais estados da Califórnia, Arizona, Novo México, Oklahoma, Colorado, Idaho, e parte de Utah passaram a fazer parte dos Estados Unidos após a vitória contra o México.

A FORMAÇÃO DE UM PAÍS – A conquista do oeste proporcionou à população grande quantidade de terras. Vejamos as características econômicas e sociais das três regiões que formaram os Estados Unidos.
• Nordeste: marcado por um grande desenvolvimento industrial e urbano.
• Sul: predomínio da economia agrária e do trabalho escravo, centrado em grandes plantações exportadoras de algodão e tabaco.
• Oeste: caracterizado pela concentração de pequenos agricultores e criadores independentes.

UMA EXPANSÃO SANGRENTA – A marcha para o oeste não foi realizada apenas pelos “heróis” glorificados na história norte-americana. A ocupação do oeste também teve um outro lado muitas vezes omitido: a remoção dos indígenas de suas terras e o extermínio de milhares de nativos em nome da civilização.


A GUERRA CIVIL AMERICANA

A ESCRAVIDÃO – Na segunda metade do século XIX, manutenção da escravidão nos Estados Unidos era um tema que gerava grande polêmica e dividia o país. Os estados do norte, mais industrializados e com a produção rural organizada em pequenas unidades, eram contrários à manutenção do trabalho escravo. O sul, pouco industrializado e com grandes propriedades rurais, defendia a escravidão por ser a base da produção agrícola.
Em 1808, o tráfico de escravos foi proibido nos Estados Unidos, mas um intenso contrabando continuou a abastecer as fazendas sulistas.

A GUERRA DE SECESSÃO – A integração das novas terras a oeste intensificou o enfrentamento entre abolicionistas e escravistas em meados do século XIX. Os estados do norte queriam restringir a escravidão nas novas terras, e o sul não reconhecia a autoridade do Congresso para proibir a escravidão.
Em 1860, Abraham Lincoln, nortista e contrário à extensão da escravidão aos novos territórios, foi eleito presidente. O estado da Carolina do Sul reagiu e separou-se dos Estados Unidos. Dez estados seguiram o exemplo e formaram uma Confederação. A guerra começou em 1861.
O conflito, também conhecido por Guerra Civil (1861-1865), foi vencido pelo norte e custou cerca de 600 mil vidas. Foi muito importante a liderança política do presidente Lincoln, que decretou a abolição da escravidão e, todos os estados em 1863, dois anos antes do fim da guerra.



Um comentário:

Sam Rocha disse...

Tem algum filme que eu possa ver, que me ajude a entender melhor, preciso fazer um trabalho de historia e gostaria de usar um filme na apresentação!

FRASES FAMOSAS

FRASES FAMOSAS
No site Frases Famosas tem uma infinidade de frases históricas. Sempre é muito bom lembra-las, muitas vezes são até oportunas. Tem também algumas pérolas e frases de famosos da atualidade. É SÓ CLICAR NA IMAGEM!