VEM FAZER HISTÓRIA!!! SEJAM BEM VINDOS!!!.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

PRIMEIRO ANIVERSÁRIO!!!

Primeiro aniversário

  • Um aninho hoje, 17 de dezembro de 2008!!! Parece até que foi ontem! Totalmente sem pretensão, esse blog foi criado para atender aos alunos do Instituto Ivone Vanderley, sobretudo fazê-los "mexer" na internet para aprender. Aos poucos, porém, foi conquistando mais e mais visitantes!!! Agora todos os continentes têm passagem por aqui e o objetivo foi ampliado! Nesse momento, quando estou postando, já foram 20.394 visitas! Fico muito feliz em perceber que o blog foi aprovado!
  • Temos sempre que melhorar e buscaremos isso com carinho! Gostaria de contar com as sugestões e comentários mais presentes de vocês para que eu possa saber do que estão precisando para pesquisas em geral, curiosidades e tudo o mais.
  • Brevemente vamos inaugurar algumas coisinhas novas (aniversário tem dessas coisas!), e o blog será mais abrangente: continuará com postagens de assuntos escolares, e também vai trazer discussões, fatos, fotos, textos e destaques do cotidiano.
Obrigada pela presença!

sábado, 13 de dezembro de 2008

CONHEÇA O ATO INSTITUCIONAL Nº5 - AI-5

Arthur da Costa e Silva, presidente da República de 15/03/1967 até 28/08/1969, quando foi acometido de uma trombose cerebral que lhe impossibilitou de continuar governando.

O AI 5 , de 13 de dezembro de 1968, foi publicado durante o governo do general Artur da Costa e Silva, servindo de base jurídica ao endurecimento do regime autoritário. A partir desta data, a repressão política não teria mais freios, mergulhando o país na maior ditadura de sua história, até 1979 quando foi revogado no governo do general Ernesto Geisel, iniciando o processo de Abertura Política.

O presidente da República Federativa do Brasil, ouvido o Conselho de Segurança Nacional, e:

Considerando que a Revolução Brasileira de 31 de março de 1964 teve, conforme decorre dos Atos com os quais se institucionalizou, fundamentos e propósitos que visavam a dar ao país um regime que, atendendo as exigências de um sistema jurídico e político, assegurasse autêntica ordem democrática, baseada na liberdade, no respeito à dignidade da pessoa humana, no combate à subversão e às ideologias contrárias às tradições de nosso povo, na luta contra a corrupção, buscando, deste modo, “os meios indispensáveis à obra de reconstrução econômica, financeira, política e moral do Brasil, de maneira a poder enfrentar, de modo direto e imediato, os graves e urgentes problemas de que depende a restauração da ordem interna e do prestígio internacional da nossa Pátria”
Considerando que o governo da República, responsável pela execução daqueles objetivos e pela ordem e segurança internas, só não pode permitir que pessoas ou grupos anti-revolucionários contra ela trabalhem, tramem ou ajam, sob pena de estar faltando a compromissos que assumiu com o povo brasileiro, bem como porque o Poder Revolucionário, ao editar o Ato Institucional no 2, afirmou categoricamente, que “não se disse que a Revolução foi, mas que é e continuará” e, portanto, o processo revolucionário em desenvolvimento não pode ser detido;
Considerando que esse mesmo Poder Revolucionário, exercido pelo presidente da República, ao convocar o Congresso Nacional para discutir, votar e promulgar a nova Constituição estabeleceu que esta, além de representar “a institucionalização dos ideais e princípios da Revolução”, deveria “assegurar a continuidade da obra revolucionária” (Ato Institucional no 4, de 7 de dezembro de 1966);
Considerando que, assim, se torna imperiosa a adoção de medidas que impeçam sejam frustrados os ideais superiores da Revolução, preservando a ordem, a segurança, a tranqüilidade, o desenvolvimento econômico e cultural e a harmonia política e social do País comprometidos por processos subversivos e de guerra revolucionária;
Considerando que todos esses fatos perturbadores da ordem são contrários aos ideais e à consolidação do Movimento de março de 1964, obrigando os que por ele se responsabilizaram e juraram defendê-lo a adotarem as providências necessárias, que evitem sua destruição.
Resolve editar o seguinte Ato Institucional:
  • Art. 1o São mantidas a Constituição de 24 de janeiro de 1967 e as Constituições Estaduais, com as modificações constantes deste Ato Institucional.
  • Art. 2o O presidente da República poderá decretar o recesso do Congresso Nacional, das Assembléias Legislativas e das Câmaras de Vereadores, por Ato Complementar, em estado de sítio ou fora dele, só voltando os mesmos a funcionar quando convocados pelo presidente da República.

§ 1o Decretado o recesso parlamentar, o Poder Executivo correspondente fica autorizado a legislar em todas as matérias e exercer as atribuições previstas nas Constituições ou na Lei Orgânica dos Municípios.

§ 2o Durante o período de recesso, os senadores, os deputados federais e estaduais e os vereadores só perceberão a parte fixa de seus subsídios.

§ 3o Em caso de recesso da Câmara Municipal, a fiscalização financeira e orçamentária dos municípios que não possuam Tribunal de Contas será exercida pelo do respectivo Estado, estendendo sua ação às funções de auditoria, julgamento das contas dos administradores e demais responsáveis por bens e valores públicos.

  • Art. 3o O presidente da República, no interesse nacional, poderá decretar a intervenção nos estados e municípios, sem as limitações previstas na Constituição.

Parágrafo único. Os interventores nos estados e municípios serão nomeados pelo presidente da República e exercerão todas as funções e atribuições que caibam, respectivamente, aos governadores ou prefeitos, e gozarão das prerrogativas, vencimentos e vantagens fixadas em lei.

  • Art. 4o No interesse de preservar a Revolução, o presidente da República, ouvido o Conselho de Segurança Nacional, e sem as limitações previstas na Constituição, poderá suspender os direitos políticos de quaisquer cidadãos pelo prazo de 10 anos e cassar mandatos eletivos federais, estaduais e municipais.

Parágrafo único. Aos membros dos Legislativos federal, estaduais e municipais, que tiverem os seus mandatos cassados não serão dados substitutos, determinando-se o quorum parlamentar em função dos lugares efetivamente preenchidos.

  • Art. 5o A suspensão dos direitos políticos, com base neste Ato, importa simultaneamente, em:

I. cessação de privilégio de foro por prerrogativa de função;
II. suspensão do direito de votar e de ser votado nas eleições sindicais;
III. proibição de atividades ou manifestação sobre assunto de segurança:
a) liberdade vigiada;
b) proibição de freqüentar determinados lugares;
c) domicílio determinado.
§ 1o O ato que decretar a suspensão dos direitos políticos poderá fixar restrições ou proibições relativamente ao exercício de quaisquer outros direitos públicos ou privados.
§ 2º As medidas de segurança de que trata o item IV deste artigo serão aplicadas pelo ministro de estado da Justiça, defesa a apreciação de seu ato pelo Poder Judiciário.

  • Art. 6o Ficam suspensas as garantias constitucionais ou legais de: vitaliciedade, inamovibilidade e estabilidade, bem como a de exercício em funções por prazo certo.

§ 1o O presidente da República poderá, mediante decreto, demitir, remover, aposentar ou por em disponibilidade quaisquer titulares das garantias referidas neste artigo, assim como empregados de autarquias, empresas públicas ou sociedades de economia mista, e demitir, transferir para a reserva ou reformar militares ou membros das polícias militares, assegurados, quando for o caso, os vencimentos e vantagens proporcionais ao tempo de serviço.


§ 2o O disposto neste artigo e seu § 1o aplicam-se, também, nos estados, municípios, Distrito Federal e territórios.

  • Art. 7o O presidente da República, em qualquer dos casos previstos na Constituição, poderá decretar o estado de sítio e prorrogá-lo, fixando o respectivo prazo.
  • Art. 8o O presidente da República poderá, após investigação, decretar o confisco de bens de todos quantos tenham enriquecido licitamente, no exercício de cargo ou função pública, inclusive de autarquias, empresas públicas e sociedades de economia mista, sem prejuízo das sanções penais cabíveis.


Parágrafo único. Provada a legitimidade da aquisição dos bens far-se-á a sua restituição.


  • Art. 9o. O presidente da República poderá baixar Atos Complementares para a execução deste Ato institucional, bem como adotar, se necessário à defesa da Revolução, as medidas previstas nas alíneas “d” e “e” do § 2o do artigo 152 da Constituição.
  • Art. 10 Fica suspensa a garantia de hábeas corpus, nos casos de crimes políticos, contra a segurança nacional, a ordem econômica e social e a economia popular.
  • Art. 11 Excluem-se de qualquer apreciação judicial todos os atos praticados de acordo com este Ato Institucional e seus Atos Complementares, bem como os respectivos efeitos.
  • Art. 12 O presente Ato Institucional entra em vigor nesta data, revogadas as disposições em contrário.


Brasília, 13 de dezembro de 1968; 147o da Independência e 80o da República. [Ass.] A. Costa e Silva; Luís Antônio da Gama e Silva; Augusto Hamann Rademaker Grunewald; Aurélio de Lyra Tavares; José de Magalhães Pinto; Antônio Delfim Netto; Mário David Andreazza; Ivo Arzua Pereira; Tarso Dutra; Jarbas G. Passarinho; Márcio de Souza e Mello; Leonel Miranda; José Costa Cavalcanti; Edmundo de Macedo Soares; Hélio Beltrão; Afonso de A. Lima; Carlos F. de Simas.

Extraído de Paulo Bonavides Paes de Andrade. História Constitucional do Brasil. 3a ed., Rio de Janeiro: Paz e Terra, pp. 788-791.

Há 40 anos nascia o AI-5, um dos principais símbolos da ditadura

O ministro Gama e Silva e o locutor Alberto Cúri anunciam ao país o Ato Institucional nº5.






  • Há 40 anos, o então presidente Arthur da Costa e Silva (1967-1969) redigiu o AI-5 (Ato Institucional número 5) que se transformou em um dos principais símbolos da ditadura (1964-1985). O ato concedia poder irrestrito aos governantes com direito à censura a meios de comunicação e ao fechamento do Congresso Nacional, Assembléias Legislativas e Câmaras Municipais.


  • O AI-5 foi o quinto decreto de 17 emitidos durante o período militar, além de 104 complementares. Mas ganhou destaque por ter sido o mais duro dos decretos editados na ditadura e por cassar os direitos políticos.
  • A partir deste ato, o Congresso Nacional ficou fechado por cerca de um ano, os meios de comunicação e artísticos foram censurados, proibidas as reuniões e manifestações de cunho político e suspenso o direito de utilização do recurso jurídico do habeas corpus para os crimes políticos.
  • O ato, no entanto, não ganhou o apoio de parte do bloco governista no Congresso. Parlamentares que integravam a Arena, que era o partido do governo, reagiram às ordens do AI-5.
  • O ato durou cerca de dez anos. Em 1978, o então presidente, o general Ernesto Geisel, revogou o AI-5, restaurou a maioria dos direitos fundamentais dos cidadãos brasileiros e iniciou a abertura política.
  • De acordo com estudiosos, o pretexto utilizado pelo governo para instaurar o AI-5 foi uma reação ao então deputado Márcio Moreira Alves (MDB), que fez um discurso na Câmara sugerindo o boicote às comemorações do 7 de Setembro. Os militares chegaram a sugerir que a Casa decretasse uma punição a Alves. O que não ocorreu.
Ordens
  • Com o AI-5, uma série de decisões foram aplicadas imediatamente. A primeira foi o fechamento por tempo indeterminado do Congresso Nacional. Foi decretada ainda a concessão de recesso dos mandatos de senadores, deputados e vereadores, o que também limitou a atuação das assembléias estaduais e câmaras municipais.
  • O ato autorizou ainda, em nome do chamado interesse nacional, a intervenção federal nos Estados e municípios. Por meio deste decreto, foi permitido também legislar por decreto-lei.
  • A partir do AI-5 ficou autorizado que, depois de investigações, seria permitido decretar o confisco de bens daqueles que, porventura, enriqueceram de forma ilícita. A ordem valia para os casos que envolvessem o exercício atividades públicas.
  • O ato concedeu ao presidente da República o direito de decretar o estado de sítio e prorrogá-lo. Por fim, foram proibidas reuniões, manifestações e agrupamentos de cunho político;
  • A partir de 13 dezembro de 1968, foi endurecida a censura estendendo a ordem de avaliação prévia para composições musicais, obras teatrais, filmes. A orientação era vetar temas de caráter político e de valores imorais.


Folha Online

Quer saber mais sobre o AI- 5? Veja os links abaixo!




quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

DIA 17 - UM ANO!!!


Puxa parece que foi ontem... No dia 17 deste mês o blog
Vem Fazer História
completará um ano de existência! Fico feliz em perceber que gostaram e continuam, mais e mais visitando e utilizando tudo o que colocado aqui.

Dia 17 falarei um pouco mais como tudo começou...


Beijo a todos! Até lá!

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

SANTA CATARINA - TRISTE HISTÓRIA...

A Revista Veja fez uma repostagem especial na edição 2089 de 03/12/08.
Está aqui na íntegra para conferirmos essa triste situação que, infelizmente, compõe a nossa história...

O horror diante dos olhos


As causas, o desespero e os prejuízos do dilúvio que atingiu o coração de Santa Catarina, um dos estados mais prósperos e desenvolvidos do Brasil.




Salvação pelo ar - Uma família de desabrigados da área de Alto Baú, em Ilhota, é resgatada por helicóptero da Força Aérea





Na era das grandes navegações, a palavra "procela" entrou para o vocabulário da língua portuguesa. Procelas são as fortes tempestades que se formam em alto-mar. Na semana passada, uma procela se adensou, não sobre o oceano, mas nos céus da próspera Santa Catarina. Quando ela despencou sobre as cidades, foi com uma fúria e constância jamais vistas, mesmo numa região historicamente sujeita a precipitações caudalosas e enchentes. Apenas na Blumenau dos laboriosos imigrantes alemães, caíram, em cinco dramáticos dias, 300 bilhões de litros de água. Sim, bilhões – o suficiente para abastecer a cidade de São Paulo durante três meses. Outra comparação é ainda mais impressionante: se esse volume hídrico fosse despejado dentro de uma torre com uma base de 1 metro quadrado de área, a construção teria de ter 300.000 quilômetros de altura – quase a distância entre a Terra e a Lua. A primeira das mais de 100 vidas ceifadas por tamanho horror foi a da menina Luana Eger, de 3 anos. No sábado 22, um barranco deslizou sobre a casa em que ela morava, soterrando-a. A mãe de Luana, Virgínia, e seus irmãos Juan, de 7 anos, e Rafael, de 5, escaparam da morte. Seu pai, o comerciário Evandro Eger, estava fora da cidade quando soube do desastre. Restou-lhe comprar num supermercado o vestido cor-de-rosa com o qual enterrou a filha no dia seguinte. "Era a cor preferida dela", disse ele. Evandro e Virgínia ainda conseguiram dar um funeral razoavelmente digno à menina. Muitas das vítimas foram enterradas em caixões improvisados, e nem sempre em cemitérios, mas em quintais. Até sexta-feira, dezenove pessoas continuavam desaparecidas. Boa parte delas pode ter sucumbido em decorrência de afogamentos e dos 4.000 deslizamentos registrados no estado. Somados, desabrigados e desalojados chegam a 79.000. Dos 293 municípios do estado, 49 foram atingidos. Catorze deles decretaram estado de calamidade pública. Nessas cidades, os sobreviventes lutam contra a fome e doenças pestilentas. E, como se não bastasse a desgraça, tentam evitar saques no que sobrou de suas casas e negócios.
Foi a maior calamidade já ocorrida em Santa Catarina, que registra grandes enchentes desde 1852. Em que pese o que possa ter havido de desídia ou incompetência por parte das autoridades na prevenção da tragédia, ela foi, sobretudo, resultado de uma combinação catastrófica de dois fatores – um meteorológico e outro geográfico. O primeiro começou a tomar forma no dia 20 de novembro, quando um anticiclone estacionado em alto-mar, na altura do Rio Grande do Sul e do Uruguai, levou chuvas para o litoral catarinense. Anticiclones são sistemas de alta pressão que, no Hemisfério Sul, originam ventos em sentido anti-horário. Eles são comuns no litoral catarinense e no gaúcho, de onde sopram ventos do Oceano Atlântico em direção ao continente. Isolados, não têm a força de causar grandes estragos e sua duração numa mesma região não costuma ultrapassar três dias. Só que, desta vez, por causa de um bloqueio atmosférico, isso não ocorreu. Até sexta-feira, o anticiclone permanecia no mesmo lugar. Ainda que extraordinária, sua longa permanência não teria causado a tragédia não fosse o fato de um segundo fenômeno – o vórtice ciclônico – ter ocorrido simultaneamente a ele. Ao contrário do anticiclone, o vórtice ciclônico é um sistema de baixa pressão que atrai ventos e gira no sentido horário. Como indica o nome, ele funciona como um redemoinho em altitudes médias, e também não é um fenômeno estranho à região. O problema surgiu da combinação com o anticiclone: o vórtice ciclônico suga os ventos imediatamente abaixo dele, levando-os para cima, resfriando-os e – de novo – provocando chuvas. Foi assim, por meio da ação extraordinariamente simultânea de dois fenômenos ordinários, que os índices pluviométricos na região atingiram patamares de dilúvio.





À SEMELHANÇA DO KATRINA - Vista aérea do município catarinense de Itajaí, um dos mais castigados pela chuva. No destaque, a cidade americana de Nova Orleans, na Louisiana, um dia depois da passagem do furacão Katrina, em 2005. Lá, os mortos passaram de 1 300.


O perfil geográfico era o detalhe que faltava para desenhar a tragédia. A camada superficial que recobre o solo do Vale do Itajaí, a região mais afetada pelas chuvas, é de composição argilosa – o que faz com que se desloque mais facilmente. Encharcada pela chuva forte e constante, essa camada ficou mais pesada. Somem-se a isso a declividade das encostas, os desmatamentos, as ocupações desordenadas e o resultado são deslizamentos destruidores, o principal causador das mortes no litoral catarinense e no Vale do Itajaí. O risco passou despercebido das autoridades. Já sob chuva grossa, pouco antes da morte da menina Luana, a Defesa Civil garantiu à população de Blumenau que não havia perigo. No fim da tarde daquele sábado, porém, o nível dos córregos que cortam a cidade começou a subir rapidamente. O Rio Itajaí-Açu transbordou as barragens e, em poucas horas, elevou-se 12 metros acima de seu nível normal. As chuvas provocaram deslizamentos e desmoronamentos. Como 40% da população local reside em encostas, todas as classes sociais foram afetadas.
A tormenta levou vidas e deixou, em seu lugar, histórias pungentes. No domingo 23, o operário André Oliveira, de 29 anos, deixou a família na casa de um parente, no município de Gaspar, e foi ao mercado. A poucos passos do portão, ouviu um estrondo. Ao olhar para trás, viu a mulher na varanda e os filhos no quintal. "Saiam daí", gritou. Não deu tempo. O morro próximo veio abaixo soterrando, além da sua casa, uma dezena de outras. Oliveira ainda ouviu o choro da filha de 3 anos, Ester. Tentou tirá-la dos escombros, mas dois novos desabamentos se sucederam. Quando resgatou os corpos, viu que sua mulher morrera abraçada à menina. "Ainda não parei de chorar", disse ao repórter Duda Teixeira.

ARCA DE NOÉ - Gado procura abrigo na sede de fazenda alagada perto de Itajaí-Açu, localizada na foz do Rio Itajaí. A cidade teve 80% do seu território inundado: a subida das marés bloqueou o escoamento da água do rio para o mar, causando o seu transbordamento para as margens

Na cidade de Ilhota, mais especificamente no bairro do Baú, registrou-se o maior número de óbitos: 32. Foi lá que o caminhoneiro Zairo Zabel, de 37 anos, perdeu a mulher e os dois filhos, de 13 e 7 anos. Também no domingo passado, Zabel voltava para junto da família quando soube da enchente. Largou o caminhão no meio da estrada e arrastou-se por 12 quilômetros com água na cintura, até descobrir que sua casa havia sido tragada por uma avalanche. O corpo de seu filho mais velho, Marques, foi encontrado boiando pelos vizinhos. O do mais novo e o de sua mulher ainda estão possivelmente debaixo dos destroços. "Só sobrei eu", chorou Zabel, em conversa com o repórter Igor Paulin. No dia seguinte, a catástrofe aniquilou outra família na cidade de Rodeio. Um morro desfez-se sobre a propriedade mantida há mais de um século pelos descendentes dos Eccel, italianos que chegaram ao Brasil em 1885. Sob uma viga da casa, morreram abraçados o casal Dario e Giacomina e suas filhas Kendy, de 15 anos, e Kelly, de 7. Kevin, de 13, conseguiu escapar, mas ainda se lembra da mãe gritando "Aiuto!", socorro em italiano. Da família, além do garoto, só restou Keylla, de 5 anos, que se salvou do desastre.
Os prejuízos econômicos da catástrofe ainda não podem ser calculados em toda a sua extensão. O governo estadual estima que precisará, por baixo, de 280 milhões de reais apenas para reconstruir estradas, pontes e outras obras de infra-estrutura. A conta não inclui a reparação do Porto de Itajaí. Maior do país no setor pesqueiro e vice-líder em movimentação de contêineres, o Itajaí perdeu três de seus quatro berços. Estão parados lá 100 dos 450 contêineres que a Embraco, líder mundial na produção de compressores herméticos, exporta por mês. Outros sessenta contêineres de matérias-primas importadas esperam para ingressar no país. Só para recompor o porto são necessários 300 milhões de reais. Enquanto seus cais estão interditados, o país perde 77 milhões de reais por dia em exportações. A empresa estadual de gás de Santa Catarina ainda terá de gastar 50 milhões de reais para sanar o rompimento da tubulação num dos trechos do gasoduto Brasil-Bolívia. Levará três semanas para que o fornecimento desse ramal seja restabelecido. Até lá, as indústrias de cerâmica do estado, que dependem de gás para produzir, perderão 7 milhões de reais por dia. Os agricultores projetam prejuízos de 200 milhões de reais, a indústria têxtil, de 136 milhões, e o turismo, de mais de 120 milhões. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobrevoou as áreas destruídas quatro dias depois de a calamidade se abater sobre o estado. Afirmou que liberaria 2 bilhões de reais para socorrer Santa Catarina. Quando as águas baixarem de vez, os catarinenses precisarão secar as lágrimas para reconstruir sua linda terra.

Lama, destruição e fome - Carros esmagados, casas soterradas e água por toda parte. À direita, moradores de Itajaí saqueiam supermercado


Uma ilha de corpos - Cenário de 32 mortes, o bairro do Baú, em Ilhota, foi evacuado por ar. No alto, o resgate de um bebê. À esquerda, o corpo de uma das vítimas sobre um teto. À direita, uma mulher chora a perda de sua casa





A primeira vítima

Luana Eger, de 3 anos, morreu na tarde do dia 22, soterrada nos escombros de sua casa, em Blumenau. Seu nome encabeça a lista de mais de uma centena de pessoas que sucumbiram na tragédia.




NEGÓCIOS PARADOS - O Porto de Itajaí teve três de seus quatro berços destruídos: perda de 77 milhões de reais por dia em exportação

Fila de túmulos - Acima, as covas abertas na cidade de Gaspar para os que morreram soterrados. O presidente Lula observou uma área atingida pelos alagamentos em um vôo de helicóptero no quinto dia da calamidade









O pior dos pesadelos

Zairo Zabel perdeu a família. Seus vizinhos encontraram o corpo de seu filho mais velho boiando na enchente. O de seu caçula e o de sua mulher aindaestão soterrados








Com reportagem de Naiara Magalhães, Kalleo Coura e Liliani Bento



terça-feira, 25 de novembro de 2008

ATIVIDADE DE REVISÃO (1) - Unidade 7 - 8º Ano (7ª série)

1. Complete o texto.
Guerras e Unificações
Em alguns casos, a unificação nacional não foi resultado de revoltas populares, mas sim de guerras que contaram com a intervenção de grandes potências européias. No processo de unificação da Itália, por exemplo, o primeiro-ministro Cavour, do reino do Piemonte, contou com a ajuda francesa para recuperar territórios italianos dominados por austríacos.
No processo de unificação da Alemanha, Bismark, primeiro-ministro do reino da Prússia, estabeleceu uma aliança com a Áustria a fim de anexar territórios em poder da Dinamarca. Em seguida, Bismark rompeu essa aliança e os exércitos prussianos enfrentaram os exércitos austríacos, em 1866. A unificação alemã foi concluída em 1871, com a vitória prussiana contra a França de Napoleão III.
2. Complete as informações sobre as regiões dos Estados Unidos no século XIX.
REGIÃO -----------------CARACTERÍSTICAS
Oeste --------------------Pequenos agricultores independentes
Nordeste----------------- Grande desenvolvimento industrial e urbano
Sul -----------------------Economia agroexportadora e trabalho escravo
3. Leia o texto e responda as questões.
A tensão nos Estados Unidos do século XIX
"[..] A escravidão não era a única questão [...]. [As duas sociedades tinham] as mesmas ambições para com uma outra região ainda em formação[...]."
EISENBERG, Peter L. Guerra Civil Americana.
São Paulo: Brasiliense, 1987. p. 112.
a) A configuração econômica e social do território norte-americano, deu origem a que conflito no século XIX?
Guerra Civil Americana ou Guerra de Secessão, ocorrida de 1861 a 1865.
b) Que regiões se enfrentaram nesse conflito?
O norte e o sul.
c) O texto apresenta duas razões para o conflito. Uma delas está incompleta. Explique de forma completa, quais foram os dois motivos.
Escravidão: o norte não aceitava a permanência da escravidão nos estados do sul.
A disputa do norte e do sul em relação ao oeste. O norte e o sul tinham objetivos diferentes para essa região.
d) Qual lado venceu a guerra?
Os estados do norte.
e) Cite dois fatores que favoreceram o lado vencedor.
O desenvolvimento industrial do norte, que o mantinha mais bem armado e abastecido que o sul, e a liderança do presidente Lincoln que decretou o fim da escravidão nos Estados Unidos, em 1863.

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

OBAMA, PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA!!! VITÓRIA ESPERADA E SONHADA!!!


Que coisa mais linda de se ver!!! A vitória do democrata Barack Obama já era esperada devido aos números que sempre o apontavam como o candidato mais querido pela maioria norte-americana (e de outros lugares também, não é?!). Vitória esperada, tudo bem, mas, dessa forma tão especial... não se imaginava o quanto!

As imagens que jornais, tvs, internet, etc mostraram, foi de povos de países diversos (além da maioria dos eleitores dos EUA) chorando de emoção, festejando e voltando a creditar no que diz o slogan da campanha do homem mais poderosos do mundo: YES, WE CAN! - SIM, NÓS PODEMOS!

O discurso da vitória foi emocionante e deixou a confirmação que o presidente eleito é alguém que tem verdadeira intenção de fazer diferente nos Estados Unidos e no mundo.


Congratulations!!!


Parabéns aos americanos pela escolha belíssima! A eleição com votação mais esmagadora da história norte-americana!

terça-feira, 4 de novembro de 2008

É HOJE!!! O RESULTADO DA ELEIÇÃO PARA PRESIDENTE DOS E.U.A.

X

Hoje estamos a espera do resultado das eleições para presidente dos Estados Unidos da América. Mas, por que nós, aqui no Brasil (e em outros países!) estamos ligados nesse resultado e, de certa forma, anciosos por conhecê-lo?! Na verdade, essa eleição traz como opções para os norte-americanos, duas personalidades bem diferentes e de grande importância por suas histórias de vida e ideologia, além de visão de mundo, mesmo.

Pode representar uma "nova era" para a história da desse país, que está bastante dividido entre os dois candidatos. De acordo com as pesquisas divulgadas, a vitória está voltada a Obama que , se eleito, será o primeiro presidente negro dos Estados Unidos da América.
Vamos aguardar... Não quero expor minha posição, mas confesso, estou anciosa!!!
Para conferir um pouco da história dos dois candidatos, assita o vídeo produzido pela Globo - exibido ontem, 03/11/2008, no Jornal Nacional - ou/e leia o texto (é o mesmo falado no vídeo). Muito legal!
Um EXCELENTE resumo sobre os dois!!! Confira!

Conheça a história de vida de Obama e McCain
McCain foi um jovem piloto que lutou no Vietnã e já sofreu torturas pelo seu país. Obama nasceu no Havaí, morou na Indonésia e se formou em Direito em Harvard. Dois candidatos diferentes e marcantes.

Na terça-feira à noite, milhões de americanos ainda estarão votando e escolhendo entre dois personagens muito diferentes e muito marcantes. A onda Obama nasceu no Havaí. Em 4 de agosto de 1961, o filho de pai negro, africano, e mãe branca, americana, ganhou o nome do pai: Barack, "abençoado" em suaíli, língua queniana.
Com 2 anos, Barack Hussein Obama se tornou órfão de pai vivo, quando ele se separou da mãe e voltou para o Quênia. Ann Dunham casou-se, de novo, com um estrangeiro, Lolo Soetoro, indonésio. Antes de se mudarem para a Indonésia, viveram dois anos felizes no Havaí.

A lenda John McCain começou quando um míssil vietnamita alvejou o caça do jovem piloto, que atacava Hanói. Na capital do então Vietnã do Norte, John foi arrastado pelo povo, para fora de um rio direto para a câmara de torturas.
O governo comunista ainda não sabia o troféu que caíra de pára-quedas. John Sidney McCain, o terceiro, pertence a uma dinastia da Marinha dos Estados Unidos: pai e avô almirantes. Nasceu em uma base naval americana, no Panamá, em 29 de agosto de 1936.
Seu avô foi comandante na Segunda Guerra Mundial, seu pai era comandante no Vietnã. Bonitão, John McCain sempre foi namorador. Seu sobrenome lhe permitiu várias pequenas indisciplinas na vida de caserna.
Amante de livros e filmes, ele tinha como ídolo e inspiração um ator que estreou no cinema fazendo um soldado seriamente ferido em combate: um certo Marlon Brando.
O homem mais bonito do mundo é “Harry Belafonte". A mãe de Barack Obama recorria ao mais popular ator e cantor negro da América, quando percebia o menino amuado por discriminações sofridas na escola.
Filho de uma família multicultural, o menino descobriu o racismo, aos 9 anos, lendo revistas com anúncios e reportagens sobre negros que se submetiam a um tratamento químico de embranquecimento. A criança levou um nocaute emocional.
"Eles davam nó em nossos corpos", conta Bill Austin, que ficou preso ao lado da cela de John McCain.
As torturas vietnamitas dilaceravam músculos e articulações. "Nós fazíamos buracos nos tapumes que separavam os pátios da prisão. Foi por um buraquinho desses que vi John McCain pela primeira vez", lembra Austin.
Mesmo com uma perna e os braços quebrados, McCain foi barbaramente torturado. Reconhecido como prisioneiro ilustre, os vietnamitas ofereceram a libertação de McCain, mas John recusou o privilégio.
"Este é o sentido da vida dele, tornar-se presidente dos Estados Unidos", afirma a militante ambientalista Hazel Johnson, que conheceu Obama trabalhando com as comunidades pobres de Chicago. "Era um jovem brilhante", ela conta.
Um jovem que tinha sofrido muito para entender quem era. Aos 10 anos, voltara ao Havaí, para morar com os avós. Era o único negro de sua classe e vítima de deboche dos colegas brancos.
Em toda a sua vida, tinha passado apenas um mês com o pai. Na adolescência, usou drogas, segundo ele, para fugir de si mesmo. Inteligência acima da média, brilhou em todas as escolas e faculdades que cursou, trabalhou com os pobres da periferia de Chicago e foi à África conhecer seus antepassados.
Voltou à América decidido a entrar na política, casou com a advogada Michelle e tem duas filhas, Malia e Sasha.
Apesar de os dois candidatos afirmarem que raça não é um tema nessa eleição, é sim. Barack Obama desconcerta racistas de todas as cores, pois ele não é negro nem branco: é mulato.
"Não sou negro, sou marrom", escreveu Obama em sua autobiografia. Quando nasceu, o casamento inter-racial era crime na maioria dos Estados Unidos.
De volta da guerra, fisicamente impossibilitado de seguir a carreira militar, John McCain decidiu servir ao país, em Washington. Seu primeiro casamento terminou, casou-se de novo com a milionária Cindy Hensley. Tem quatro filhos e três filhas, uma adotada por Cindy em Bangladesh.
McCain voltou ao Vietnã para trabalhar pelo reatamento das relações diplomáticas com os Estados Unidos. Em 2000, perdeu a nomeação do partido republicano para George W. Bush.
Este ano, a campanha de John McCain sofreu dois golpes: um foi escolher sua vice no Alasca, uma bomba no próprio pé; o segundo golpe veio do mercado financeiro, simbolizado em Wall Street por um touro. Só que o bicho que fugiu do controle foi outro. Um mercado “urso” é como se chama um mercado em tendência de queda. O colapso da economia americana atingiu as pretensões de McCain.
Barack e John: dois lados do espelho do sonho americano. Depois de terça-feira, um deles vai acordar presidente. Até lá, o mundo vai ter insônia.
Todas as pesquisas de opinião feitas neste domingo dão vantagem ao candidato democrata. Na Fox News, Obama está com 50%, contra 43% de McCain. Pelo Instituto Gallup, a diferença é ainda maior: 55% para Obama e 44% para McCain.

XII FEIRA DE CONHECIMENTOS - Mais informações!!!

TEMA GERAL
ASSUNTOS POR TURMAS


Os assuntos estão bem diversificados. Confira o que foi escolhido por cada série:

EDUCAÇÃO INFANTIL - CANTIGAS DE RODA

EDUCAÇÃO INFANTIL - O SÍTIO DO PICA-PAU AMARELO

EDUCAÇÃO INFANTIL II - A EVOLUÇÃO AS BRINCADEIRAS

1º ANO (ALFABETIZAÇÃO) - A HISTÓRIA DO FEIJÃO

2º ANO (1ª SÉRIE) - A HISTÓRIA DO MILHO

3º ANO (2ª SÉRIE) - O MERCADO DE SÃO JOSÉ

4º ANO (3ª SÉRIE) - A HISTÓRIA A MATEMÁTICA

5º ANO (4ª SÉRIE) - A HISTÓRIA DO CAFÉ

6º ANO "A" (5ª SÉRIE "A") - LITERATURA INFANTIL

6º ANO "B" (5ª SÉRIE "B") - MITOLOGIA GREGA

7º ANO "A" (6ª SÉRIE "A") - OS CORREIOS

7º ANO "B" (6ª SÉRIE "B") - CEM ANOS DE IMIGRAÇÃO JAPONESA

8º ANO "A" (7ª SÉRIE "A") - BULLYING

8º ANO "B" (7ª SÉRIE "B") - CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS

9º ANO "A" (8ª SÉRIE "A") - COCA-COLA x ÁGUA

9º ANO "B" (8ª SÉRIE "B") - VIOLÊNCIA DOMÉSTICA INFANTIL

SUCESSO A TODAS AS TURMAS!!!

LEMBRANDO SEMPRE: APRENDER NUNCA É DEMAIS, POR ISSO, VISITEM AS EXPOSIÇÕES DOS COLEGAS, E CONHECERÃO SOBRE ASSUNTOS MUITO INTERESSANTES!

Na próxima postagem, pretendo postar as fotos da Feira. Aguardem!!!

sábado, 25 de outubro de 2008

XII FEIRA DE CONHECIMENTOS


No dia 09 de novembro deste ano (domingo), a partir das 14h, estará sendo realizada a XII Feira de Conhecimentos do Instituto Ivone Vanderley, sob o tema geral:


O MUNDO SOB UM NOVO OLHAR


Cada turma teve autonomia na escolha do tema que irá desenvolver com o seu professor responsável.
Numa próxima postagem exibirei os temas e as turmas que os utilizarão.

Muita coisa acontece no mundo atual... algumas novíssimas, outras, nem tanto... O importante é sabermos como a geração atual as vê e qual o aprendizado que podem obter de tantas informações!

Mão à obra!

domingo, 12 de outubro de 2008

RESULTADO DA GINCANA!

TODAS as turmas estão de Parabéns!!!
A gincana em comemoração ao Dia das Crianças foi um sucesso! Claro que sempre acontece alguma coisa que podia ser evitada... Mas ainda assim, nos saímos muito bem!
A 5ªsérie "B" tinha escrito em suas camisas (lindamente padronizadas, diga-se de passagem!): "Ninguém segura a 5ª "B" ", e provou que estava dizendo a verdade.
Sua participação na gincana lhe rendeu o 1º lugar!
Esperamos que nas próximas gincanas todos continuem se empenhando mais e mais e, assim, teremos com certeza, muita diversão e alegria!
Beijos a todos e mais uma vez:
PARABÉNS!!!

domingo, 5 de outubro de 2008

GINCANA - 10 DE OUTUBRO DE 2008!

Vem Fazer História

Como todos do IIV já sabem, realizaremos uma gincana com várias modalidades em comemoração ao dia das crianças.

Entre as atividades, está o passa-ou-repassa, com representantes de todas as séries. Segue abaixo, a relação dos assuntos que devem ser estudados por cada equipe, para responderem às perguntas nas três fases do jogo:
  • 1ª Fase : Assuntos das Avaliações da III Unidade (História, Ciências, Artes e Informática)

  • 2ª Fase: Soletrando (Ortografia)

  • 3ª Fase: Aula-passeio (Ciências e História)


Estudem e façam bonito!



Não esqueçam de se organizarem em relação aos brinquedos que serão doados ao IMIP, ok?! Essa é nossa principal meta nesse dia das crianças!

ALGUNS ACONTECIMENTOS NO MÊS DE OUTUBRO AO LONGO DOS TEMPOS

1 de Outubro
- de 1908. O Ford T, primeiro modelo automóvel produzido em grande número para o público em geral, começou a ser vendido nos Estados Unidos da América.
- de 1938. Após a assinatura do acordo de Munique, as tropas alemãs ocuparam a região dos Sudetas, na Checoslováquia.
- de 1949. A República Popular da China é proclamada, tendo Mao-Tse-Tung como seu primeiro presidente.

2 de Outubro
- de 1869. Mohandas (Mahatma) Gandhi (1869-1948) nasce em Porbandar, na Índia.
- de 1935. A Itália fascista de Mussolini invade a Abissínia.

3 de Outubro
- de 1929. O Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos, criado após a Primeira Guerra Mundial, passa a chamar-se oficialmente Iugoslávia.
- de 1932. O Iraque torna-se independente da Grã-Bretanha e adere à ONU.
- de 1990. A Alemanha Ocidental e Oriental dão origem a uma Alemanha reunificada, tendo Berlim como capital.

4 de Outubro
- de 1182. Nascimento de São Francisco de Assis (1181-1226), em Assis, Itália. O seu nome de batismo foi Giovanni Francesco Bernardone.
- de 1582. O Papa Gregório XIII decreta a reforma do calendário, que ficará conhecida por Gregoriana. O dia seguinte seria o dia 15 de Outubro de 1582. A Inglaterra, os seus domínios, e as suas colônias, só adotaram a reforma, abandonando o calendário Juliano, em 1752, a Rússia só em 1917.
- de 1957. Lançamento do primeiro satélite artificial terrestre - o Sputnik-1 - lançado pela União Soviética. Com um peso de 90 quilos, enviará um sinal rádio durante 21 dias.
- de 1970. A cantora rock americana Janis Joplin foi encontrada morta, devido a uma dose excessiva de drogas.

5 de Outubro
- de 1143. Na Conferência de Zamora, Afonso VII de Castela assina um tratado de paz com D. Afonso Henriques, na presença de um representante do Papa, sendo reconhecida a independência de Portugal.
- de 1908. A Bulgária proclamou a independência, separando-se do Império Otomano.

6 de Outubro
- de 1908. A Áustria-Húngria anexa a Bósnia-Herzegovina.
- de 1927. Estreia do primeiro filme comercial sonoro - The Jazz Singer.
- de 1973. Início da Guerra do Yom-Kippur, iniciada pelo Egito e a Síria contra posições israelitas no canal do Suez e nos montes Golan.
- de 1978. A França concede asilo político ao dirigente religiosos iraniano Ayatollah Khomeini, expulso do Irã devido à sua oposição ao Xá .
- de 1981. O presidente egípcio Anwar el-Sadat (1918-1981) é assassinado durante um desfile militar, por muçulmanos fundamentalistas.

7 de Outubro
- de 1949. Fundação da República Democrática Alemã, na zona ocupada pelo exército soviético na Alemanha.
- de 1985. Terroristas palestinianos tomam o comando do navio de cruzeiro italiano Achille Lauro que transportava 440 passageiros a bordo, matando um turista americano.

8 de Outubro
- de 1871. Deflagração do grande incêndio de Chicago, que provocou a morte de 300 pessoas e deixou 90.000 sem casa.
- de 1912. Começa da Guerra dos Balcãs que pôs em confronto a Bulgária, a Grécia e a Bulgária, contra a Turquia .
- de 1992. Morte de Willy Brandt (1913-1992), chanceler alemão e Prémio Nobel da Paz em 1971.

9 de Outubro
- de 1940. Nascimento de John Lennon (1940-1980), compositor e músico inglês, um dos fundadores dos Beatles, em Liverpool, na Inglaterra.
- de 1962. O Uganda tornou-se independente da Grã-Bretanha.
- de 1967. Che Guevara (1928-1967), guerrilheiro de origem argentina, antigo dirigente cubano, é preso e morto na Bolívia.

10 de Outubro
- de 1801. O primeiro ministro de Espanha, Godoy é nomeado «Generalíssimo dos exércitos de mar e terra», por Carlos IV.
- de 1813. Nascimento do compositor de ópera italiano Giuseppe Verdi (1813-1901), em Le Roncole. As suas óperas mais famosas são: Rigoletto, La Traviata e Aida.
- de 1886. O Smoking é usado pela primeira vez, no Tuxedo Park Country Club, de Nova Iorque.
- de 1954. Ho Chi Minh entrou em Hanoi depois do abandono da cidade pelo exército francês.

11 de Outubro
- de 1889. Os Boers, colonos de origem holandesa na África do Sul, revoltam-se contra a Grã-Bretanha.
- de 1962. Abertura do Concílio Vaticano II, na Basílica de São Pedro, pelo Papa João XXIII.
- de 1963. Morre a cantora francesa Edith Piaf (1915-1963), nome artístico de Edith Giovanna Cassion.
- de 1968. Lançamento da Apolo 7, nave espacial tripulada americana que orbitou pela primeira vez a Lua.
- de 1976. Os membros do chamado «Gang dos Quatro», em que se incluía a viúva de Mao-Tse-Tung Chiang-Ching, foram presos na China, e acusados de vários crimes contra o estado.

12 de Outubro
- de 1492. Na sua primeira viagem, Cristóvão Colombo aportou a uma das ilhas das Bahamas, descobrindo um novo continente, pensando que tinha chegado perto da Índia.
- de 1822. D. Pedro é aclamado imperador do Brasil.
- de 1971. Uma faustosa celebração em Persépolis, no Irão governado pelo Xá Reza Palahvi, comemora os 2.500 anos do Império Persa.

13 de Outubro
- de 54 a.C. . O imperador romano Cláudio (10 a.C-54 d.C.), morre envenenado pela sua mulher Agripina, mãe do futuro imperador Nero.
- de 1195. Morte Gualdim Pais (1118-1195), mestre da Ordem dos Templários em Portugal, e companheiro de Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal .
- de 1781. O imperador José II da Alemanha, Habsburgo, concede a liberdade de exercício a todos os cultos cristãos.
- de 1792. Começo da construção da Casa Branca, em Washington.
- de 1884. O meridiano de Greenwich tornou-se a hora universal.
- de 1943. A Itália declara a guerra à Alemanha, no seguimento da queda de Mussolini.
- de 1961. Amílcar Cabral dirige uma carta aberta ao governo português reclamando a independência da Guiné e do arquipélago de Cabo Verde.

14 de Outubro
- de 1947. A barreira do som é ultrapassada por um avião da Força Aérea dos E.U.A., ao atingir a velocidade de 1.078 km por hora .

15 de Outubro
- de 1815. Napoleão Bonaparte chega à Ilha de Santa Helena, começando o seu exílio após a derrota na Batalha de Waterloo.
- de 1844. Nascimento do filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844-1900), em Rocken, na Saxónia.
- de 1917. Mata Hari (1876-1917) foi executada em Vincennes, condenada por espionagem em favor da Alemanha.
- de 1951. É publicado o livro de Eva Duarte Péron, La razón de mi vida.

16 de Outubro
- de 1311. A Ordem dos cavaleiros Templários é extinta. Em Portugal, será transformada, por ordem de D. Dinis, na Ordem de Cristo, continuando a ser governada pelo mesmo Mestre.
- de 1769. Sebastião José de Carvalho e Melo, conde de Oeiras, é feito marquês de Pombal.
- de 1793. A rainha de França Maria Antonieta (1755-1793) foi guilhotinada, na continuação da política de Terror, imposta pelos jacobinos.
- de 1854. Nascimento do poeta e dramaturgo irlandês Oscar Wilde (1854-1900).
- de 1978. O cardeal Karol Wojtyla, polonês, foi eleito Papa, adoptando o nome de João Paulo II. Há 456 anos que não havia um papa que não fosse italiano.
- de 1981. Morre o general israelita Moshe Dayan (1915-1981), herói da Guerra dos Seis Dias.

17 de Outubro
- de 1849. Morte de Frederic Chopin (1810-1849), pianista e compositor polaco, em Paris.

18 de Outubro
- de 1685. O Édito de Nantes foi revogado por Luís XIV, rei de França. O fim da liberdade religiosa concedida em 1598 por Henrique IV, fundador da dinastia Bourbon em França, obriga os protestantes a abandonar o país.
- de 1931. Morte de Thomas Alva Edison (1847-1931), criador do fonógrafo e da lâmpada eléctrica incandescente.

19 de Outubro
- de 1512. Martinho Lutero doutora-se em Teologia..
- de 1913. Nascimento de Vinícius de Morais (1913-1980), poeta brasileiro, conhecido pela canção A Garota de Ipanema, com música de Antônio Carlos Jobim.

20 de Outubro
- de 1935. Termina a Longa Marcha, de mais de 9.000 quilômetros, realizada pelo Exército do Partido Comunista Chinês, dirigido por Mao-Tse-Tung, em fuga do exército de Chiang Kai-shek.

21 de Outubro
- de 1805. Batalha de Trafalgar. A frota britânica, comandada pelo almirante Nelson, derrota a frota conjunta franco-espanhola, comandada pelo almirante francês Villeneuve.
- de 1833. Nascimento do engenheiro e industrial sueco Alfred Nobel (1833-1896) inventor da dinamite e criador dos prémios Nobel.

22 de Outubro
- de 1383. Morte do rei D. Fernando (1345-1383), nono rei de Portugal. A sua morte dará origem a uma crise política resolvida com a subida ao trono de D. João, Mestre de Aviz, filho natural do rei D. Pedro.
- de 1811. Nascimento do compositor húngaro Ferenc Liszt (1811-1886), em Raiding, na Húngria. Será conhecido pela tradução alemã do seu nome - Franz Liszt.

23 de Outubro
- de 1954. Os Aliados, Estados Unidos, União Soviética, Grã-Bretanha e França, concordam em acabar com a ocupação da Alemanha.
- de 1906. Primeiro vôo de Santos Dumont, no aeroplano 14bis.

24 de Outubro
- de 1881. Nasce em Málaga, Espanha, Pablo Ruiz Picasso (1881-1973).
- de 1929. O "crack" da Bolsa de Nova Iorque, que ficará conhecido pelo nome de «Quinta-feira Negra», devido à venda de 13 milhões de ações.
- de 1931. Al Capone, o famoso gangster italo-americano de Chicago, é condenado a cumprir uma pena de prisão por fraude fiscal.
- de 1945. A Organização das Nações Unidas (ONU) foi fundada.

25 de Outubro
- de 732. As forças francas de Carlos Martel vencem as forças muçulmanas em Poitiers, impedindo assim o seu avanço para o interior da Europa.
- de 1495. Morte de D. João II (1455-1495), rei de Portugal.
- de 1881. Nascimento de Pablo Picasso (1881-1973), em Málaga, Espanha.
- de 1936. Assinatura do tratado que deu origem ao Eixo Roma-Berlim.
- de 1941. Começo da ofensiva alemã contra Moscovo, durante a Operação Barbarrossa, na Segunda Guerra Mundial.
- de 1951. Morreu a última rainha de Portugal, D. Amélia de Orleans e Bragança (1865-1951), mulher do rei D. Carlos, em França.
- Winston Churchill, com 77 anos de idade, regressou ao poder, ao conseguir que o Partido Conservador, que dirigia, vencesse as eleições na Grã-Bretanha.

26 de Outubro
- de 1980. Morreu Marcelo Caetano (1906-1980), último Presidente do Conselho do regime ditatorial, instaurado com a Constituição de 1933. Professor de direito e historiador, tinha sido escolhido, em 1968, para substituir Salazar na chefia do governo, sendo deposto pelo movimento militar de 25 de Abril de 1974.

27 de Outubro
- de 1561. Durante a sua louca expedição ao Amazonas, Lope de Aguirre mata a filha para evitar que caia em poder dos seus inimigos.
- de 1728. Nascimento do explorador britânico James Cook (1728-1779), em Marton-in-Cleveland, Yorkshire.
- de 1782. Nascimento de Niccoló Paganini (1782-1840), violinista e compositor italiano, em Génova, Itália.
- de 1807. A França, governada por Napoleão Bonaparte, e a Espanha de Carlos IV assinam o Tratado de Fontainebleau, que prepara a 1.ª Invasão Francesa de Portugal. Portugal é repartido em três áreas, sendo que Napoleão Bonaparte nunca teve intenção de pôr em prática o Tratado.
- de 1949. O professor Egas Moniz recebe o Prémio Nobel da Medicina.

28 de Outubro
- de 312. Constantino venceu as forças de Maxêncio na Ponte Milvio, colocando as letras “chi” (“C” em grego, que tinha forma de um X) e “rho” (“P” em grego), que vinham a ser as iniciais gregas de Cristo, símbolo de que tinha tido a visão alguns dias antes, antes da batalha de Saxa Rubia.
- de 1919. A Proibição de vendas alcoólicas nos Estados Unidos tem início com a votação da Lei de Proibição Nacional.
- de 1922. Os fascistas italianos começam, em Nápoles, a sua «Marcha sobre Roma», que deu origem à instauração de um regime ditatorial dirigido por Benito Mussolini.

29 de Outubro
- de 1772. O suicídio de um amigo inspira a Goethe o seu romance Werther.
- de 1863. A Cruz Vermelha é fundada.
- de 1936. O primeiro grupo de prisioneiros políticos chega ao Campo de concentração do Tarrafal, constituída por 157 deportados, formado por dirigentes anarquistas, comunistas e sindicais.

30 de Outubro
- de 1911. Pu-Yi, imperador da China, com cinco anos de idade, jura a constituição chinesa, terminando o domínio da dinastia Manchu.
- de 1946. Apresentação de um sistema de televisão inteiramente digital pela RCA.

31 de Outubro
- de 1451. Nascimento do descobridor da América, Cristóvão Colombo (1451-1506), em Génova, Itália.
- de 1902. Nascimento do escritor brasileiro Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), em Itabira, Minas Gerais.
- de 1922. Após a realização da Marcha sobre Roma, Mussolini foi convidado pelo rei de Itália a formar governo.
- de 1984. Morte de Indira Gandhi (1902-1984), primeira-ministra da Índia, assassinada por dois dos seus guarda-costas Sikhs.

sábado, 6 de setembro de 2008

O QUE É A VIDA?



Foi realizada uma atividade com as turmas do 6º ao 9º ano, refletindo sobre o valor dado à vida, frente à violência que cada vez mais aumenta nos nossos dias. Aproximando-se o dia 7 de setembro, dia da Independência do Brasil, quando enaltecemos nossa pátria, foi feita a pergunta: "Você tem orgulho de ser brasileiro?" As respostas vieram de várias formas (textos, frases, palavras) e algumas serão destacadas aqui. TODAS foram importantes, mas citarei as que abrangem a idéia da maioria, ok?!

Profª Libna Villarinho



"A vida é amar e ser amado"



"Nós precisamos saber viver"



"Não é para a vida ser feita de ilusão, e sim de amor, respeito, paz, felicidade..."



"É preciso saber viver, e cada um escolhe o seu caminho"



"Parece até um jogo, que você pode fazer o que quizer com as pessoas e até com o mundo! Isso só vai parar quando a Terra ficar extinta da raça humana?"



"Não desisto do sonho de viver num país melhor. É por isso que sou brasileiro!"



"A vida poderia ser melhor, mais justa... Poderia, não, pode, porque nós somos o futuro do nosso país. O Brasil depende de nós!"



"Quero viver a vida de um jeito bem colorido com cores vivas: verde, amarelo, azul e branco!"



"Tenho orgulho de ser brasileira, mas às vezes me revolto com tanta maldade no coração das pessoas."


"Nós saímos e não sabemos se vamos voltar, 'mas isso não impede que eu repita: é bonita, é bonita e é bonita!'"



"Que mundo triste!"



"É preciso pensar antes de agir, pois a vida é passageira"



"Cada um é o autor da própria vida"



"Cada um pode escolher entre o bem e o mal, por isso 'é preciso saber viver'"



"A vida é a primeira batida do nosso coração"



"Antes, viver era caminhar pelas ruas, sem medo de ser feliz..."



"A vida é poder respirar e saber que Deus existe"


"A vida é o sopro do Criador"


"A vida é uma arte que Deus nos deu, mas a vida não tem arte sem a presença d'Ele"


"As pessoas que matam, que ferem, não sabem o significado da palavra viver, por isso não dão um pingo de valor ao presebte que lhe foi dado. O mundo precisa de Deus"


A primeira coisa que o ser humano tem que saber é que o que ele plantar, ele vai colher!"


"Não tenho vergonha de ser brasileira. tenho vergonha da violência que existe no Brasil, e que cada vez mais aumenta"


"O meu problema não é ser brasileira, é a incapacidade de algumas pessoas saberem o que é o maor, respeitar o próximo, o que é sofrer"


"Agora eu me pergunto: isso é vida?"


"Ninguém luta mais pela vida..."


"A vida pode ser bem melhor, mas isso não impede que a gente seja feliz"


"Não é o mundo que está se acabando, e sim as pessoas que moram nele"


"Um mundo melhor para todos veverem felizes. Não quero que isso seja ilusão"


"A vida é um mistério eterno de esperança"


"A morte é uma dor que o Salvador já passou para nos dar vida"


"Eu tenho esperança que a vida irá mudar, que o Planeta não terá violência, não terá assassinato"


"Ser brasileiro é ser feliz, apesar de tudo..."



"A vida é nada mais, nada menos que uma doce ilusão para os que causam a desgraça do mundo"


"A vida é sempre desejada por muitos, porém é desprezada pela maioria"


"A vida é maravilhosa para quem acredita que um dia ela pode melhorar. Eu acredito num país melhor para nossos filhos"


"Apesar de todas as coisas ruins que acontecem no Brasil, que chegam até nos frustrar diante de outros países, eu tenho orgulho de ser brasileira porque nenhum outro país tem essa alegria, essa vida, esse coração quente"


"A vida é ter força de vontade para se erguer. É ser feliz, apesar de tudo"


"A vida é você estudar, ter filhos, uma família. É você poder se divertir ao lado dos seus amigos, é ser feliz e superar todos os desafios a cada dia"


"Vivo aqui porque nasci aqui, mas não faço questão de aqui permanecer"


"Não tenho orgulho de ser brasileira quando vejo que meu país pode tanto, mas parece não querer nada. Quando vejo a pobreza e a miséria estampada nos olhos daqueles que são 'rejeitados pelo mundo'"


"Tenho vergonha de ser brasileira quando a honestidade e o caráter da população não consta no vocabulário de alguns..."


"A morte faz parte da vida e é melhor viver enquanto nos resta tempo. A morte está sempre a nossa porta por causa da violência, esperando que nós abramos a porta para ela entrar..."


"Como ter esse sentimento de orgulho, se o próprio país que te traria alegria só te faz sentir o amargo sabor do lamento, da tristeza e do medo? É triste ver que o seu país não é aquilo que você esperava. É só o que você sonha..."


"Eu tenho orgulho de ser brasileiro, e a vida é tudo de bom!"


"Queria que esse mundo fosse melhor"


"A vida é uma história passageira!!!"


"Se o Criador deu o sopro da vida, por que matar? Por que morrer? Ainda há esperança!"


"A vida é a chance que Deus deu pra gente"


"Será que é uma mera ilusão pensr que a vida nesse país vai um dia melhorar?"


"Pense na vida com alegria, mas vendo o mundo como ele é!"


"O Brasil é feito por nós"


"O Brasil só falta ser independente da violência"


"É melhor morrer ou viver sofrendo?"


"O Brasil para mim é muito importante, mas do jeito que está, não vamos agüentar pr muito tempo!"


" O Brasil só depende de nós para ser melhor. Preciamos ter esperança."


"Eu tenho orgulho de ser brasileiro, mesmo que o Brasil esteja assim, eu nunca vou abaixar minha cabeça e falar que não sou brasileiro, e sim, vou lutar para melhorá-lo!"


"Ser brasileiro não é apenas ter a nacionalidade e sim, a respponsabilidade de fazer um Brasil mais feliz e melhor!"



"Alegria é uma palavra no dicionário de um verdadeiro brasileiro!"


"Na batida de um coração, o nosso Brasil canta. Canta alegre por sua independência!"


"O sopro do Criador é a alegria de viver, a tristeza da violência... nos faz morrer"


"A vida a cada dia vira uma gota de tempo, só esperando para cair e sumir..."


"Ilusão é tentar escinder que é brasileiro... Está no sangue!"


"A vida é bonita mesmo com o sofrimento, a injustiça e a violência que existe num país tão bonito como este"


Viver hoje em dia é uma coisa delicada por que milhares de pessoas estão morrendo por praticamente nada. Podia ser resolvido conversando, mas algumas pessoas preferem tirar a vida do próximo. Valorize a vida!"





Alunos que participaram:

Obs.: Algumas frases não tinham identificado o autor, por isso, alguns nomes podem não aparecer abaixo!





6º Ano - Gutemberg, Raíssa. (As outras frases estavam sem nome!)

7º Ano - Grazyella, Bruno, Elisangela, Walter, Hadassa, Lucas, Adson, Joyce, Caio, Angelita, Wemysson, Aretha, Caio, Sammela, Isabelle, Lucilene, Karina C., Hiago, Aline, Larissa, Ytallo, Júlio, Suellen, Beatriz, Marina, Dandhara, Karina Kelly, Yasmin Santiago, Marcos, Joana, Luanny, Ricardo, Elias, Mariana dos Santos, João Luiz, Kaline, Vanessa, Hudson, Paula Emília, Halwanny, Carlos, Maiana R..

8º Ano - Cleyton, Achylles, Carla Barros, Uiraquitan, Camila, Gracy Kelly, Matheus Veloso, Yasmim Apolinário, Pollyana, Elton, Mariana Laís, Bruna Lima, Carlos Felipe, Hannah, Mateus Oliveira, Laila, Carolina, Lizandra, Áurea, Thainá, Luciana, Paulo Henrique, Lucas, Jacqueline, Adrielle, Yasmin Bezerra, Giselly, Gabrielle, Danilo Eduardo, Rayanne, Flávia Vieira, Bruna Fabiana, Heitor, Thaís.

9º Ano - Mayara, Luigi, Luís, Sayara, Bruno, Gabriela, Cibele, Paulo Francisco, Gisela, Alexsandra, Amanda, Jéssica, Raiane Teles, Anderson, Ana Beatriz, Paulo Jefferson, Ana Karoline, Leonardo, Luiz Inaldo, Érica.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

SETEMBRO: MÊS DA BÍBLIA


Um livro tão famoso deveria mesmo ter pelo menos um dia de comemoração. Mas fizeram mais: dedicaram-lhe um mês inteiro. Motivos há de sobra para isso. Um livro que não é só um, mas uma coleção de livros e algumas cartas, formado ao longo de seis ou sete séculos, que se tornou a verdade para a maior parte da população do planeta, sendo o mais vendido de todos os tempos, é mesmo algo extraordinário. A Bíblia não é o único livro sagrado existente atualmente, mas o mais famoso de todos. Além da Bíblia, ainda existem hoje os seguintes: O Alcorão, o Bhagavad-Gita, O Tri-Pitakas, O Báb, O Kitáb-i-Aqdas. Mas nenhum deles se aproxima em fama da "Bíblia".

ALGUNS ACONTECIMENTOS NO MÊS DE SETEMBRO AO LONGO DOS TEMPOS

1 de Setembro

- de 1939. As forças armadas alemãs invadem a Polónia, sem declaração prévia, começando assim uma guerra que dois dias mais tarde se tornará a Segunda Guerra Mundial.
- de 1945. O Japão rende-se aos aliados, após o lançamento de duas bombas atómicas em Hiroshima e Nagasaki..
- de 1969. Um golpe militar liderado pelo coronel Muammar Khadafy, depôs a monarquia, dando origem à República Árabe da Líbia. A data é atualmente o Dia Nacional da Líbia.
- de 1983. Um Boeing 747 das Linhas Aéreas da Coreia do Sul foi abatido por um caça soviético ao sobrevoar o espaço aéreo da URSS. O avião caiu no Mar Oriental (Mar do Japão) provocando a morte das 269 pessoas que iam a bordo, em viagem de Nova Iorque para Seul.

2 de Setembro

- de 31 a.c. Otávio, um dos membros do triunvirato que governava Roma, derrotou as forças navais de Marco António e de Cleópatra, rainha do Egito, na Batalha de Atium, ao largo da costa do Épiro na parte ocidental da Grécia.
- de 1752. A Grã-Bretanha passou a utilizar o calendário Gregoriano, substituindo o Juliano. Com esta reforma o dia seguinte à Quarta-feira, dia 3, foi Quinta-feira, dia 14 de Setembro. A reforma tinha sido proclamada em 1582 pelo Papa Gregório XIII, mas devido à sua conotação Católica só tardiamente foi aceita pelos países protestantes e ortodoxos.
- de 1792. Começo dos «Massacres de Setembro», no decurso da Revolução Francesa. A chacina de prisioneiros aristocratas, sobretudo idosos, mulheres e crianças, e de padres, prolongaram-se até ao dia 6, e fizeram cerca de 1.200 mortos.
- de 1870. Após a Batalha de Sedan, entre o exército prussiano, vencedor, e o exército francês, o Imperador francês Napoleão III rendeu-se, tendo como resultado a queda do Segundo Império, e a instauração da república em França.
- de 1945. Com a declaração de vitória dos aliados, feita pelo Presidente americano Truman, após a assinatura da rendição incondicional do Japão, a Segunda Guerra Mundial terminou oficialmente.
- Ho-Chi-Min proclamou a independência do Vietnã, e a criação da República Popular do Vietnã.
- de 1962. A União Soviética aceita o envio de armas para Cuba. Quando alguns dos mísseis enviados para a ilha foram descobertos, no mês de Outubro seguinte, o que provocou a Crise dos Mísseis entre os EUA e a URSS.

3 de Setembro

- de 590. Gregório I é consagrado Papa. Reformador da Igreja e da moral eclesiástica, é um dos dois únicos Papas a ter o título de Grande.
- de 1783. Assinatura do Tratado de Paris, entre os Estados Unidos da América e a Grã-Bretanha, terminando a Guerra da Revolução Americana, com a aceitação da independência das treze colônias britânicas na América do Norte e o reconhecimento dos Estados Unidos da América.
- de 1939. A França e a Grã-Bretanha declaram a guerra à Alemanha, dando início à Segunda Guerra Mundial.
- de 1943. Os exércitos aliados invadem a Itália peninsular vindos da Sicília, levando à assinatura de um armistício pela a Itália.

4 de Setembro

- de 1870. A República é proclama em França. É o nascimento da 3.ª República, depois das duas anteriores experiências de 1792 a 1804 e de 1848 a 1854.
- de 1886. A última guerra importante entre os Estados Unidos e os tribos índias termina com a captura do chefe Apache Jerónimo, que morrerá em 1909 no Forte Still, no estado do Oklahoma.

5 de Setembro

- de 1960. O poeta Leopold S. Senghor é eleito presidente do Senegal.
- de 1972. Onze membros da delegação israelita aos Jogos Olímpicos de Munique são mortos, durante um ataque à aldeia olímpica, por membros do grupo terrorista palestiniano Setembro Negro.
- de 1997. Madre Teresa de Calcutá morre em Calcutá, na Índia, com 87 anos de idade. Criou a congregação das Missionárias da Caridade.

6 de Setembro

- de 1522. Chegada ao porto de San Lucar, no Sul de Espanha, da nau Vitória, que trazia os sobreviventes da expedição que comandada por Fernão de Magalhães, tinha começado a viagem de circunavegação da terra três anos antes.
- de 1989. Uma equipa médica, dirigida pelo cirurgião Gentil Martins, separa, com êxito, duas gémeas siamesas recém-nascidas, ligadas pelo abdómen.

7 de Setembro

- de 1533. Nascimento de Isabel I (1533-1603), rainha de Inglaterra, no Palácio de Greenwich. Filha de Henrique VIII e de Ana Bolena, ascendeu ao trono em 1558, com 25 anos de idade, devido à morte sem descendência dos seus meios-irmãos mais velhos - Eduardo VI, filho do casamento do pai com Jane Seymour, em 1553, e de Maria, filha de Catarina de Aragão, em 1558.
- de 1701. É assinado em Haia, na Holanda, o tratado que dará origem à coligação conhecida como a Grande Aliança. Esta aliança oporá a Grã-Bretanha, a Holanda e o Império alemão à França, devido à escolha de um príncipe francês para suceder na coroa espanhola, vaga pela morte de Carlos III. Portugal aderirá a esta aliança em 1703.
- de 1822. O infante D. Pedro, filho do rei D. João VI, proclama a independência do Brasil, dando o «Grito do Ipiranga», junto ao rio do mesmo nome, nos arredores de São Paulo.
- de 1901. Fim da Guerra dos Boxers, com a assinatura do Protocolo de Pequim.
- de 1940. Começo dos bombardeamentos alemães a Londres, dando início ao que ficará conhecido como Blitz.
- de 1974. Assinatura dos Acordos de Lusaca entre o governo português e a Frelimo - Frente de Libertação de Moçambique.
- de 1994. As forças armadas dos Estados Unidos da América fecharam o seu Quartel-General em Berlim, terminando a presença militar dos aliados na antiga capital da Alemanha.
- de 1999. Primeira reunião do Parlamento alemão, o Bundestag, em Berlim, desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

8 de Setembro

- de 1883. A linha de caminho de ferro que atravessa os Estados Unidos da América de costa a costa - a Northern Pacific Railroad - é concluída.
- de 1895. Uma coluna militar portuguesa derrota uma força de índigenas no Combate de Magul, durante a «Campanha de 95» em Moçambique, de pacificação das revoltas de negros começadas em 1894, com um ataque a Lourenço Marques.
- de 1941. O exército alemão começa o cerco à cidade de Leningrado, na Rússia. O Cerco dos 900 Dias, que só acabará em Janeiro de 1944, fez cerca de um milhão de vítimas civis.
- de 1944. A primeira bomba foguete alemã - uma V-2 - cai em Londres.
- de 1964. Malta tornou-se independente da Grã-Bretanha. Conquistada à Ordem de Malta por Napoleão Bonaparte em 12 de Junho de 1798, quando da expedição francesa ao Egito, tinha sido tomada por forças britânicas em 1800.

9 de Setembro

- de 1948. Com a retirada das forças militares soviéticas do norte da Coreia, ocupada no fim da Segunda Guerra Mundial, a República Popular da Coreia é proclamada, tendo Pyongyang como capital.
- de 1976. Mao Tsé-Tung (1893-1976), presidente do partido Comunista da China, morre em Pequim, com 81 anos.

10 de Setembro

- de 1898. Morte da Imperatriz da Áustria-Hungria, Isabel (Sissi), assassinada em Genebra, na Suiça, por uma anarquista italiano.
- de 1943. As tropas aliadas libertam Roma da ocupação alemã, no decurso da campanha de Itália, durante a Segunda Guerra Mundial.
- de 1974. Portugal reconhece a independência da Guiné-Bissau.
- de 1979. Morte de Agostinho Neto (1922-1979), primeiro presidente da República Popular de Angola.

11 de Setembro

- de 1823. Morte de Hipólito José da Costa (1774-1823), em Londres. Fundou o Correio Braziliense, em 1808, um dos jornais que se publicaram na capital inglesa, por motivo das Invasões Francesas, e que se tornaram um dos meios mais eficazes de propaganda dos ideais liberais, tanto em Portugal como no Brasil.
- de 1973. O exército chileno, comandado pelo general Augusto Pinochet, provoca um Golpe de Estado, derrubando o presidente Salvador Allende.
- de 2001. Uma série de ataques terroristas realizados com aviões de passageiros destroem as torres do World Trade Center de Nova Iorque e danificam o edifício Pentágono em Washington, fazendo cerca de 2.000 mortos.

12 de Setembro

- de 1990. Assinatura de um tratado, entre as duas repúblicas alemãs e os países vencedores da Segunda Guerra Mundial, que aceita a restauração da plena soberania de uma Alemanha reunificada.

13 de Setembro

- de 1788. O Congresso dos Estados Unidos da América, criado devido à aprovação da Constituição, escolheu Nova Iorque como capital federal.
- de 1791. Luís XVI sanciona a primeira Constituição francesa.
- de 1821. A Assembleia de Guatemala declara a independência da América Central.
- de 1941. O exército italiano invade o Egito, ocupado por forças britânicas, começando a sua ofensiva no Norte de África.

14 de Setembro

- de 1321. No seu exílio em Ravena, morre Dante Aligheri, fundador da literatura italiana.
- de 1741. George Frederick Handel, compositor alemão, termina a cantata O Messias, após ter trabalhado nela 23 dias seguidos.
- de 1812. O exército francês comandado por Napoleão Bonaparte, entrou em Moscovo. A cidade abandonada pela população foi destruída por um incêndio que a tornou inabitável durante o Inverno que se aproximava, obrigando o Imperador francês a abandoná-la.
- de 1927. Morte da bailarina norte-americana Isadora Duncan (1878-1927), em Nice, França. Morreu estrangulada, quando o seu longo cachecol se enrolou numa das rodas do carro em que seguia.
- de 1960. A OPEC (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) foi criada em Bagdá.
- de 1982. Grace Kelly (1929-1982), princesa do Mónaco e antiga atriz de cinema, morreu devido a um acidente de automóvel. Tinha casado com o príncipe Rainier III em 1956.

15 de Setembro

- de 1916. Primeira utilização de carros blindados (tanques) em combate, durante a Batalha do Somme, no decorrer da Primeira Guerra Mundial.

16 de Setembro

- de 1620. 102 colonos ingleses partem no navio Mayflower para a América. Chegarão em 21 de Novembro a Provincetown, no Massachusetts, e desembarcarão em 26 de Dezembro em Plymouth.
- de 1810. Começo da luta pela independência mexicana, em Dolores Hidalgo, quando o padre Miguel Hidalgo y Costilla exorta os índios a «reconquistar as terras que os espanhóis roubaram aos pais».
- de 1908. A General Motors é fundada por William Durant, em Flint, Michigan, nos Estados Unidos da América.
- de 1976. A Igreja Episcopal (anglicana) dos Estados Unidos da América aprova a ordenação de mulheres, como padres e bispos.
- de 1982. Começo do massacre de refugiados palestinianos nos campos de Sabra e Shatila, em Beirute ocidental, por milícias cristãs libanesas (os Falangistas).

17 de Setembro

- de 1787. A Constituição dos Estados Unidos da América, que criou um poder central forte, é aprovada por um número de estados suficiente, na Convenção Constitucional reunida em Filadélfia.

18 de Setembro

- de 1499. Vasco da Gama desembarca em Lisboa, após ter realizado a viagem à Índia, sendo recebido pelo rei D. Manuel e toda a Côrte.
- de 1810. O Chile proclama a sua independência da Espanha
- de 1851. Primeiro número do New York Times.
- de 1865. O Palácio de Cristal é inaugurado, no Porto.
- de 1981. É abolida em França a execução por meio da guilhotina.

19 de Setembro

- de 1761. O transporte de escravos para Portugal, é proibido; assim como o tráfico de escravos no país.
- de 1893. A Nova Zelândia é o primeiro país a permitir o voto das mulheres em eleições.
- de 1928. Apresentação do primeiro filme animado de Walt Disney, Steamboat Willie.

20 de Setembro

- de 1973. Realiza-se em Houston, no Texas (Estados Unidos da América) o jogo de tênis entre Billie Jean King e Bobby Riggs, que ficará conhecido como a «Batalha dos Sexos». A tenista, defensora dos direitos das mulheres, derrota facilmente o auto-proclamado chauvinista em três jogos.
- de 1979. Em Portugal, as mulheres passam a ter garantia legal de igualdade de oportunidades e de tratamento no trabalho e no emprego.

22 de Setembro

- de 1792. Proclamação da República francesa, após a vitória de Valmy, e os massacres de milhares de mulheres, crianças e velhos, aristocratas, presos nas prisões parisienses, reféns do poder revolucionário.
- de 1828. Shaka, chefe dos Zulus, e fundador do Império dos Zulus, no sul da África, é assassinado pelos seus dois meios-irmãos.
- de 1862. Proclamação da Emancipação por Abraham Lincoln, presidente dos Estados Unidos da América, declarando a liberdade de todos os escravos existentes nos Estados Unidos da América a partir de 1 de Janeiro de 1863.
- de 1862. Otto von Bismarck é nomeado primeiro ministro da Prússia. Será o principal responsável pela criação do Império Alemão, proclamado em Versalhes, em 1871 .

23 de Setembro

- de 1822. Promulgação da primeira Constituição Portuguesa.
- de 1991. A Armênia declara a independência da União Soviética.

24 de Setembro

- de 1810. Começam as sessões das Cortes de Cádis, na Ilha de León.
- de 1834. Morte de D. Pedro (1798-1834), 4.º rei do nome em Portugal e 1.º Imperador do Brasil. No Palácio de Queluz, no mesmo quarto onde tinha nascido, o de D. Quixote.
- de 1980. Começo da guerra entre o Iraque e o Irã, quando tropas iraquianas atravessaram a fronteira e destruíram a maior refinaria do mundo, em Abadan.

25 de Setembro

- de 1513. O explorador espanhol Vasco Nunez de Balboa avistou o Oceano Pacífico pela primeira vez, quando atravessava o Istmo do Panamá.

26 de Setembro

- de 1687. O exército veneziano, tendo invadido a Grécia, e tentando conquistar Atenas, atacou a fortaleza turca construída na Acrópole, danificando seriamente o Parthenon.
- de 1960. O primeiro debate entre candidatos à presidência dos Estados Unidos televisionado, pôs frente-a-frente John Kennedy e Richard Nixon. Quem viu o debate pela televisão achou que o fotogênico Kennedy tinha ganho; os que ouviram o debate pelo rádio acharam que foi Nixon o ganhador. Nixon recusou-se a usar maquiagem, fazendo-o aparecer desgastado na televisão.
- de 1984. O governo britânico aceitou o regresso de Hong-Kong à soberania Chinesa em 1997.

27 de Setembro

- de 1540. O Papa Paulo III aprova a constituição da Companhia de Jesus.
- de 1825. Apresentação da primeira locomotiva para um comboio de passageiros, por George Stephenson.

28 de Setembro

- de 1939. Rendição de Varsóvia, capital da Polónia, no começo da Segunda Guerra Mundial. O Tratado Russo-Alemão de Delimitação divide a Polônia. A Lituânia passa a ser zona de influência soviética, em troca de alguns territórios polacos, já ocupados.
- de 1978. O papa João Paulo I morre em Roma. Foi papa por 33 dias. Sucedeu-lhe João Paulo II.
- de 1995. O primeiro ministro israelita e o presidente da OLP (Organização de Libertação da Palestina) assinam um acordo na Casa Branca, que permite a criação de governo para administrar a maior parte da Margem Ocidental do Jordão, ocupada desde a Guerra dos Seis Dias de 1967.

29 de Setembro

- de 1941. 33.771 Judeus são mortos durante o massacre de Babi Yar, perto de Kiev, na Ucrânia, no começo da invasão alemã da União Soviética.
- de 1992. Primeiras eleições em Angola.

30 de Setembro

- de 1791. Estreia da ópera A Flauta Mágica de Mozart, em Viena.
- de1955.O ator norte-americano James Dean (1931-1955) morreu num acidente de automóvel, na Califórnia.
- de 1966. Albert Speer, arquiteto de Hitler, e ministro alemão dos armamentos no fim da Segunda Guerra Mundial, foi libertado após ter passado 20 anos na prisão.
- de 1974. Tomada de posse do 3.º Governo Provisório, chefiado por Vasco Gonçalves.

FRASES FAMOSAS

FRASES FAMOSAS
No site Frases Famosas tem uma infinidade de frases históricas. Sempre é muito bom lembra-las, muitas vezes são até oportunas. Tem também algumas pérolas e frases de famosos da atualidade. É SÓ CLICAR NA IMAGEM!